SITES TESTAM NOVO PADRÃO DE INTERNET NO WORLD IPV6 DAY.

Centenas de páginas web de todo o mundo realizaram desde a noite de terça-feira até a noite desta quarta-feira no “World IPv6 Day“, um teste mundial de 24h com o novo padrão de Internet IPv6.  O padrão será implantado progressivamente e deve ser conhecido pelos usuários para que a transição transcorra sem problemas.

Anteriormente, a Internet Society (ISOC) questionava se internautas, empresas e instituições estavam preparados para enfrentar as mudanças do novo protocolo de internet IPv6. Questão levantada nesta quarta-feira, quando 400 grandes portais de todo o mundo provaram a nova numeração para avaliar os efeitos de seu uso.

Como previam a maioria das previsões, o dia transcorreu sem incidentes e só um reduzido número de usuários (calcula-se que aproximadamente 0,5% dos internautas) registraram alguns problemas de navegação ao tentarem acessar algumas dos sites que se uniram à iniciativa como Google, Yahoo!, Amazon, a página da Comissão Europeia e a rede social Facebook.

Precisamente, a detecção de erros era um dos objetivos da iniciativa promovida pela ISOC, que procura chamar a atenção sobre os usuários que tenham problemas com o novo protocolo para que solucionem o problema que os levou a registrar esses inconvenientes antes que o IPv6 se generalize em favor da versão 4.

Preparar seu sistema operacional para que se ative a “leitura” da nova numeração (as versões mais modernas fazem automaticamente), pedir a seu fornecedor de internet que preveja esta mudança e atualizar o roteador são algumas das medidas que podem ajudar os usuários que tenham registrado problemas para evitá-los no futuro.

Os especialistas insistem que a mudança não ocorrerá da noite para o dia, não haverá um “blecaute” do IPv4, mas o novo sistema de endereços de internet será implantando pouco a pouco e, embora há tempo, é preciso estar preparado.

Para isso, é possível realizar um simples teste online (através da direção teste-ipv6.com) e comprovar se o equipamento está preparado para assumir o novo protocolo e, caso contrário, detectar onde pode estar a incompatibilidade.

Um dos esforços é evitar uma nova “exclusão digital” entre os quais só podem acessar conteúdos em IPv4 e quem já está preparado para o novo padrão da internet.

De acordo com os especialistas, a implantação do novo protocolo não é um capricho. Diferentes análises, entre eles um recente estudo da multinacional Cisco, preveem que com a proliferação de novos dispositivos conectados, como tablets e telefones celulares, e o crescimento do tráfego online em países emergentes como China e Índia, o tráfego global da internet poderá quadruplicar entre 2010 e 2015.

Na prática, este crescimento se traduz na necessidade de um maior número de direções IP para identificar todos os dispositivos conectados. Com o próximo esgotamento das séries de numerações do protocolo IPv4, o IPv6 chega com um número de direções praticamente ilimitado: 340 sextiliões.

O experimento terá sido um sucesso se tiver um impacto “invisível” para a grande maioria de internautas. EFE

Fonte: Época Negócios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s