CONVÊNIO PROMOVE MELHORIA DA PRODUÇÃO DE CAFÉ CONILON NO ESTADO.

Um convênio entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes), Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) e Centro de Desenvolvimento Tecnológico do Café (CETCAF) permitiu a instalação de centros para capacitação de cafeicultores do Espírito Santo.

As Unidades Regionais de Cafés Especiais (URCES) foram instaladas em três municípios capixabas produtores de café conilon sob a coordenação do CETCAF e assistido por Marcos Moulin Teixeira, profissional do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Essas são cooperativas importantes na transferência de tecnologia aos cafeicultores de economia familiar da região de Vila Valério, Guaraná e Mimoso do Sul. Esses produtores receberam cursos de profissionalização pelos funcionários do CETCAF e Incaper e agora contam com máquinas para lavagem, seleta e secagem dos grãos.

 As URCES tinham por objetivo capacitar os produtores rurais e produzir melhores cafés. A partir delas foi possível detectar as necessidades para aprimorar a produção, fato que vem sendo alcançado, segundo Marcos Moulin. “As técnicas introduzidas melhoraram muito o café produzido. Na escala sensorial de qualidade das bebidas, os cafés oriundos das URCES são considerados de nível superior e gourmet, os mais apreciados no mercado.”

O desafio agora é aumentar a quantidade de grãos, tendo em vista a exigência do mercado de produção em larga escala para comercialização do produto. Mas os produtores já vêem a rentabilidade que esses centros podem proporcionar. O superintendente do CETCAF, Frederico de Almeida Daher, destaca que o valor negociado em cada saca é 20% superior ao comercializado antes das unidades. “Provamos que este café é tão bom quanto o arábica e vamos agregar ainda mais valor a ele, assim que aumentarmos a produção.”

Este projeto é pioneiro em questão de estudo de rentabilidade e produção do café conilon. Diante dos dados obtidos, os coordenadores e produtores já veem algumas mudanças necessárias para aumentar a safra e torná-la ainda mais saborosa e lucrativa. Na tarde desta terça-feira (07), o representante do MCT foi recebido pelo superintendente do CETCAF, por Marcos Moulin e por funcionários da FAPES para conhecer esses dados. Nesta quarta (08) e quinta-feira (09), eles vão visitar cada uma das unidades para conferir de perto esses avanços.

Fonte: Comunicação Fapes

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s