AMERICANOS LEVAM NOBEL DE QUÍMICA POR ESTUDOS DE RECEPTORES CELULARES

Os professores Kobilka (esquerda) e Lefkowitz (Foto: Universidade Stanford e Journal of Clinical Investigation)

O Prêmio Nobel de Química de 2012 foi oferecido nesta quarta-feira (10) aos pesquisadores Brian K. Kobilka, da Universidade Stanford, e Robert J. Lefkowitz, da Universidade Duke, ambos dos EUA, conforme anúncio da Real Academia de Ciências da Suécia, em Estocolmo.

O prêmio é um reconhecimento a seus estudos sobre “receptores acoplados à proteína G (GPCRs, na sigla em inglês)” – uma família de receptores situados nas membranas celulares que “sentem” moléculas no exterior e enviam sinais para dentro, possibilitando que a célula responda de determinada maneira.

Um exemplo desse tipo de processo citado na apresentação em Estocolmo foi o da interação da adrenalina com as células. O hormônio não entra na célula para surtir seu efeito – ele age sobre os receptores que são alvo das pesquisas de Kobilka e Lefkowitz, que então desencadeiam uma reação intracelular. Além da adrenalina, a família dos GPCRs inclui receptores para dopamina, serotonina, luz, paladar e odor. A maioria dos processos fisiológicos depende dos GPCRs, destaca a entidade que concede o Nobel.

A academia sueca destacou que o trabalho dos dois pesquisadores tem importância porque ajudou a conhecer o funcionamento desses receptores em nível atômico. Entender os mecanismos associados aos receptores acoplados à proteína G permite o desenvolvimento de remédios que atuem de forma similar às moléculas encontradas na natureza.

“Cerca de metade de todos os medicamentes agem através desses receptores, entre eles os beta bloqueadores, anti-histamínicos e vários tipos de medicamentos psiquiátricos”, disse o comitê.

Veja abaixo os vencedores do Nobel de Química dos últimos 10 anos:

2012: Robert Lefkowitz e Brian Kobilka (EUA)

2011: Daniel Schechtman (Israel)

2010: Richard Heck (EUA), Ei-ichi Negishi e Akira Suzuki (Japão)

2009: Venkatraman Ramakrishnan e Thomas Steitz (EUA), Ada Yonath (Israel)

2008: Osamu Shimomura (Japão), Martin Chalfie e Roger Tsien (EUA)

2007: Gerhard Ertl (Alemanha)

2006: Roger Kornberg (EUA)

2005: Yves Chauvin (França), Robert H. Grubbs e Richard R. Schrock (EUA)

2004: Aaron Ciechanover e Avram Hershko (Israel) e Irwin Rose (EUA)

2003: Peter Agre e Roderick MacKinnon (EUA)

Fonte: Globo.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s