Ufes certifica melhores projetos do Programa de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

Premiação PIBITI Foto: Thaiana Gomes
Premiação PIBITI
Foto: Thaiana Gomes

A Ufes realizou na última quinta-feira, 27, a certificação dos três melhores projetos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti). A solenidade aconteceu na Sala das Sessões do Departamento de Administração dos Órgãos Colegiados Superiores (Daocs) e contou com a presença do reitor Reinaldo Centoducatte, da vice-reitora Ethel Maciel, do coordenador do Instituto de Inovação Tecnológica da Ufes (Init), Antonio Alberto Fernandes, do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Neyval Reis Júnior e da diretora do Centro de Ciências da Saúde, Gláucia Abreu.

O primeiro lugar foi conquistado pela aluna Priscila Borges Rodor, do curso de Farmácia, orientada pela professora Melina Campagnaro Farias, do Núcleo de Biotecnologia, com a pesquisa: Imobilização de Saccharomycescereviseae no incremento da fermentação alcoólica.

Já o segundo colocado foi o aluno do curso de Ciências Biológicas, Iago Silva Ornellas, com orientação do professor do Departamento de Patologia, Daniel Cláudio de Oliveira Gomes. Ele pesquisa o desenvolvimento de uma vacina de aplicação mucosa contra mastite experimental murina. Em terceiro lugar ficou a pesquisa sobre reciclagem química e eletroquímica de baterias de níquel hidreto metálico de telefones celulares, da aluna Vilena Mendes Duarte, sob orientação do professor Marcos Benedito José Geraldo de Freitas, ambos do Departamento de Química.

Os projetos foram apresentados oralmente pelos estudantes e avaliados por uma banca examinadora composta pelos professores Ronaldo Sérgio De Biasi, do Instituto Militar de Engenharia, e Daniel Cláudio Gomes, Fernanda Bravim e Antonio Alberto Fernandes, da Ufes. Os critérios utilizados para a classificação foram a apresentação e entendimento do assunto pesquisado, profundidade no tema, grau de inovação e aplicação tecnológica.

O Pibiti/Ufes teve início em 2011 e atualmente conta com 45 alunos que recebem bolsas de pesquisa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O programa é uma ação que visa estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação.

Por Hélio Marchioni e Thereza Marinho.

FONTE: UFES

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s