Workshop de Inovação avalia cenários e aponta perspectivas para o setor

Casos de sucesso na indústria capixaba, cenários e perspectivas e a política pública de inovação no Espírito Santo foram os principais temas do “Workshop de Inovação” realizado na manhã desta quinta-feira (14), pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e de Material Elétrico do Espírito Santo (Sindifer) e pelo Centro Capixaba de Desenvolvimento Metalmecânico (CDMEC), com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapes), vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti).

Aberto pelo presidente eleito do Sindifer, Lúcio Dalla Bernardina, o “Workshop de Inovação”, teve o objetivo de disseminar a cultura da Inovação no Espírito Santo, e contou com a palestra do diretor-presidente da Fapes, Jose Antonio Bof Buffon, que falou das finalidades da Fundação e sua missão de fomentar pesquisas, a inovação e a formação de recursos humanos, desde a iniciação científica à pós-graduação.

Buffon destacou as possibilidades de fomento por meio de editais públicos, como o PPE Agricultura, voltado para o setor agropecuário capixaba em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura; o PEIEx, voltado para capacitação de empresas exportadoras em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil); o Edital Fapes/Vale/Faperj, voltado para pelotização, logística e meio ambiente e o Tecnova, voltado para inovações tecnológicas nas micro e pequenas empresas, em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Na formação de recursos humanos para ciência, tecnologia e inovação, Buffon destacou o Programa de Iniciação Científica Júnior (PICJr), realizado em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq), que conta, aproximadamente, 1.500 jovens da rede pública estadual e federal, do ensino fundamental e médio. Esses estudantes recebem bolas mensais de R$ 100, para desenvolverem novos conhecimentos, tecnologia e inovações, sob coordenação de professores de faculdades e Universidades capixabas.

A internacionalização também mereceu destaque do diretor-presidente da Fapes. Para Jose Antonio Bof Buffon, é uma excelente oportunidade de elevar o nível das pesquisas e dos pesquisadores do Espírito Santo. A Fapes mantém diversas possibilidades de intercâmbio, como o Newton Fund, da comunidade britânica e o Horizont 2020, da União Europeia. O “Workshop de Inovação” foi encerrado pelo professor da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste), Camilo Fred Mendonza, que falou das ações e oportunidades de relacionamento entre universidade, empresas e governos desenvolvidos no Paraná.


FONTE: FAPES / Assessoria de Comunicação Fapes/Secti – Lucyano Ribeiro (27) 3636.1893 – comunicacao@fapes.es.gov.br

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s