INPI participa do lançamento do Índice Global de Inovação

Reunião dos economistas-chefe de escritórios de PI da América Latina
Reunião dos economistas-chefe de escritórios de PI da América Latina / Fonte: INPI

A chefe-substituta da Assessoria de Assuntos Econômicos (AECON) do INPI, Vívian Íris Barcelos, participou no dia 17 de outubro, na cidade do México, do lançamento regional do Índice Global de Inovação 2016. O evento ressaltou a posição dos países da América Latina e do Caribe. Na região, destacam-se Chile, que ocupa o 44º lugar no ranking, e Costa Rica, em 45º, seguidos de México (61º), Uruguai (62º) e Colômbia (63º). O Brasil ficou na 69ª posição.

Elaborado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), a Universidade de Cornell e o INSEAD, o relatório avaliou os resultados das políticas de inovação de 128 países, a partir de 82 indicadores. A Suíça figura na primeira posição da lista, tendo na sequência Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.

Acesse o relatório do Índice Global de Inovação 2016. 

Entre outros temas, foram abordados durante o evento os avanços da inovação no México, além do financiamento entre os agentes privados e públicos. Também foram apresentados os desafios em termos de dados sobre o uso da propriedade industrial pelos economistas-chefe dos escritórios da Colômbia, Peru, Brasil, Costa Rica e Chile.

Participaram da abertura do evento o diretor-geral do Instituto Mexicano de Propriedade Industrial (IMPI), Miguel Angél, a diretora da Oficina Regional da OMPI para a América Latina e o Caribe, Beatriz Amorim, e o economista-chefe da OMPI e responsável pela Divisão de Economia e Estatística, Carsten Fink.

Na dia 18 de outubro, foi realizada a primeira reunião entre os economistas-chefe dos escritórios da América Latina. Cada representante apresentou suas principais atividades, incluindo os dados estatísticos de PI e estudos em andamento ou realizados pela área. Também foram discutidos aspectos técnicos e desafios enfrentados na elaboração e divulgação de dados de PI, além de uma agenda para futuros estudos colaborativos entre os escritórios. Essa reunião contou ainda com a presença do economista-chefe substituto do Escritório Americano de Patentes e Marcas (USPTO, na sigla em inglês), Andrew Toole.


Fonte: Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s